Tendência de sabores 2021

Uso de Aroma de Alimentos Líquido e Aroma de Alimentos em Pó

Atualizado: Jul 26

Aromas Alimentícios fazem toda a diferença para a aceitação e fidelização de um produto por parte do consumidor. Alimentos que são capazes de criar novas experiências de sabor ou até mesmo ativar nossa memória sensorial através do aroma tendem ao sucesso.

O aroma de um alimento possui grande destaque em nossa memória sensorial, remetendo a momentos marcantes da nossa vida: o almoço na casa da avó, um jantar especial com amigos e pessoas queridas...


Por promover uma conexão de prazer e felicidade de momentos vividos, o uso de aromas em alimentos e bebidas é uma ferramenta estratégica para auxiliar a aceitação através da percepção do olfato e paladar, fidelizando o público a um produto. Ao mesmo tempo, o consumidor tem intensificado a busca por novas experiências e sensações que, apesar de procurar escolhas mais saudáveis em sua alimentação, não abre mão do sabor.


Independente da estratégia, seja para inovar ou resgatar sabores e experiências através alimentos, o consumo tem agregado valor e alavancado o uso dos aromas em fórmulas finais de alimentos e bebidas, já que que as pesquisas indicam o sabor como o principal fator de recompra de um produto ou marca, segundo o Instituto Qualibest. Já uma reportagem publicada na Revista The World of Food Ingredients, o Innova Marketing Insights destaca que três quartos dos consumidores globais “adoram descobrir novos sabores” e a geração Millennial apresenta-se como a mais aventureira em suas atitudes em relação ao sabor.


Sentindo O Aroma de Alimento

O que são aromas?


Os aromas, ou aromatizantes alimentares, são compostos de substâncias odoríferas e/ou sápidas, ou seja, substâncias aromáticas e/ou saborosas, que atribuem ou intensificam o aroma e sabor dos alimentos. Caracterizado como aditivo alimentar (ingrediente adicionado à um alimento para melhorar as características físicas, biológicas ou sensoriais durante seu processamento, fabricação, embalagem, transporte e armazenamento), os aromas podem se apresentar na forma líquida, como soluções e emulsões e na forma sólida, ou seja, pó, granulados ou tabletes.


Aroma Líquido


O aroma líquido é resultado da combinação de químicos aromáticos com solventes, compostos que ajudam na solubilidade da formulação e na mistura do aroma com sua aplicação final. Esses solventes estabelecem se o aroma é hidrossolúvel, ou seja, solúvel em água, ou se é lipossolúvel, produto solúvel em gordura, e assim é definido se será ou não compatível com a base de aplicação.


Exemplos de aplicação: bebidas, biscoitos e candies.


Aroma em Pó


De forma geral, o aroma em pó é resultado da combinação do aroma líquido com agentes encapsulantes e água. O processo de fabricação pode ocorrer de duas formas, dependendo de alguns fatores, como por exemplo, a aplicação para a base que o aroma se destina. São elas:


  • Atomização ou spray dried: passagem em secador atomizador de uma suspensão homogênea, contendo princípios aromáticos, água e suporte. Esta é a principal forma de produção dos aromas em pó.


  • Dispersão ou spray on: pulverização de aroma líquido sobre um veículo ou suporte comestível e inerte, como amido, açúcar e o sal, com agitação mecânica durante a incorporação, e em seguida, passando pela peneira para garantir o tamanho desejado de partículas e imediata embalagem.


Exemplos de aplicação: snacks, cárneos e misturas em pó para bolo.


Independente do método de fabricação do aroma, são listados mais de 3 mil matérias-primas empregadas para a formulação de aromas alimentícios, que a RDC da Anvisa classifica em:


  • Aromas naturais: obtidos exclusivamente a partir de matérias-primas naturais;

  • Aromas sintéticos idênticos aos naturais: aromas quimicamente definidos e obtidos por síntese, isolados por processos químicos a partir de matérias-primas de fonte animal ou vegetal.

  • Aromas artificiais: compostos químicos obtidos por síntese não identificados em produtos de origem animal ou vegetal.


Legislação


Segundo a FAO (Food and Agriculture Organization), comitê da Nações Unidas que determina as diretrizes sobre alimentação e agricultura, os aditivos são “substâncias não nutritivas, com a finalidade de melhorar a aparência, sabor, textura e tempo de armazenamento”. No entanto, essa premissa considera que “em certos casos, as substâncias químicas incluídas para melhorar esta qualidade do produto, poderão elevar sua capacidade nutritiva”.


Já o órgão norte-americano Food Protection Comittee da National Academy of Science, afirma que são ”substâncias ou misturas de substâncias, que não o produto alimentício em si, presentes nos alimentos, como resultado dos meios de produção, processamento, acondicionamento e armazenamento”.


No Brasil, o uso de aditivos foi regulamentado pelo decreto n° 55.871 de 23 de março de 1965 e atualizado pelo decreto n° 63.526 de 4 de março de 1968. A especificação e utilização dessas substâncias seguem as normas da FAO e da OMS, sendo controladas, no Brasil, pela ANVISA.

Aroma De Alimentos, Alimento Com Mais Aroma

Aromas da New Max Industrial


Nossa linha de aromas para alimentos possui grande variedade de produtos produzidos a partir de matérias-primas de qualidade, atribuindo alta performance e versatilidade. As substâncias que utilizamos são capazes de conferir e intensificar o aroma, sabor, coloração e ainda melhorar sua conservação.


Fumaça Líquida


São aromas lipossolúveis ou hidrossolúveis aplicados em produtos cárneos cozidos e frescais para adicionar ou intensificar o sabor e aroma de defumado, desenvolvendo e padronizando a cor superficial e agindo como antimicrobiano, aumentando o shelf life, ou seja, sua vida de prateleira.


Aromas Naturais e Óleos Essenciais


Uma série de substâncias com propriedades aromáticas e de sabor, que podem ser combinados e aplicados aos mais diversos tipos de produtos. Os aromas mais comuns são:

  • Alho;

  • Cebola;

  • Limão Siciliano;

  • Louro;

  • Pimenta Preta.


Aroma Para Snacks


Aromas especialmente desenvolvidos para a aplicação em snacks, extrusados, massas, pellets, amendoins, entre outros. Desenvolvemos também produtos taylor-made, para atender todos os desafios dos nossos clientes.


Conheça também o Food Insights 2021: tendências, inovações e aposta de sabores e aromas para produtos salgados e snacks.


Nossa equipe técnica está preparada para atender as necessidades e desafios de novos projetos de nossos clientes e parceiros. Fale conosco e saiba como alavancar o sucesso do seu produto.